Como escolher o protetor solar ideal para você?by Paula

25 September 2012Tags: , Protetor Solar,  

Praia de Itacoatiara – Niterói, RJ

O verão já começa a se despedir no hemisfério norte e vem chegando com força total no hemisfério sul. O Brasil, famoso por suas praias de 40 graus, tem um alto índice de câncer de pele devido a excessiva exposição ao sol dos banhistas.

A nova geração de protetores solares está chegando ao mercado, incluindo produtos contendo Helioplex (total proteção contra ambos os raios UVA e UVB). Com tantas opções, como escolher o melhor protetor para você?

Os principais fatores que devem ser levados em consideração na hora de comprar o seu protetor solar são: capacidade de proteção, facilidade de absorção e, sobretudo, adequação ao seu tipo de pele.

Quanto mais clara for sua pele, maior o fator de proteção solar (FPS) você precisa. Hoje já existem FPS que variam de 4 a 100. A Academia Americana de dermatologia recomenda o uso de no mínimo FPS 15 para se proteger dos raios solares.

Tipos de protetor solar:

Creme: Peles envelhecidas ou secas pedem protetor em creme, por seu grande poder de hidratação, já que as fórmulas costumam ter uma textura mais forte e muitas ainda são enriquecidas com vitaminas. Já as pessoas de pele oleosa, devem evitar esse tipo de formulação, especialmente no rosto.

Spray: Os filtros em spray possuem um bom filme protetor, porém essa camada não dura muito e requer maior reaplicação. A cada duas horas ou sempre que houver contato com a água.

Gel: Não tem uma ampla faixa de proteção contra os raios devido à própria característica da textura. Por isso, é mais indicado para pessoas com pele morena, que possuem maior proteção natural. Além disso, os produtos em gel tendem a ser menos gordurosos do que as formulações em creme, sendo ideal também para pessoas de pele oleosa ou mista. Também exigem reaplicação constante.

Infantil: Os cremes do tipo formulação infantil são ideais porque, na superfície, protegem dos danos e raios solares, enquanto os ativos internos tratam e recuperam a pele. A desvantagem, porém, é que este tipo de emulsão costuma deixar a pele mais “pegajosa” devido à sua formulação, sendo um incômodo para a maioria dos adultos.

E aí, qual protetor solar será seu companheiro nesse verão?

Love, Patflor

Fonte: http://beleza.terra.com.br/